A equipe da Argentina ficou com um gosto amargo no duelo desta quinta-feira (5) contra o Peru. Apesar de jogar melhor que os rivais, o time não conseguiu superar o goleiro Pedro Gallese, que teve intervenções-chave e que permitiram que aos peruanos voltarem para casa com um ponto na bagagem.

O resultado só não foi mais trágico que uma derrota pois, mesmo diante de um estádio La Bombonera lotado em Buenos Aires, os argentinos terminam a penúltima rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, na quinta posição. As vitórias de Chile e Paraguai deixam os "hermanos" em situação pior ainda".

O Peru é o quinto colocado com 25 pontos, ou seja, está na zona de classificação para a repescagem da Copa. Já o Chile, que bateu o Equador por 2 a 1, é o terceiro, com 26 pontos, e encara o Brasil na última rodada, em São Paulo (SP).

O Paraguai, que venceu a Colômbia por 2 a 1 fora de casa, aparece em sétimo, com 24 pontos. O time faz a última rodada em casa, contra a Venezuela, enquanto a Argentina está em sexto com 25 pontos, e joga a última rodada fora de casa, contra o Equador, no estádio Olímpico Atahualpa, em Quito.

O jogo - Desde o início do jogo, a Argentina tomou a iniciativa contra um oponente muito fechado em seu próprio campo. Tentando abrir a defesa adversária com Alejandro Gomez de um lado e Di Maria do outro, a Argentina começou o duelo, mas não conseguiu o que queria e terminou com o zero no placar.

Nos pés de Lionel Messi, duas vezes, e na cabeça de Benedetto no final dos primeiros 45 minutos, a equipe de Jorge Sampaoli conseguiu aproveitar o primeiro tempo criando chances de gol. No Peru, Jefferson Farfán perdeu uma situação incrível. Apesar de ter gerado várias situações claras de gol, a Seleção Argentina não conseguiu obter uma vitória.