Campo Grande (MS) – Prazo para a inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR) foi o principal assunto de reunião promovida, nesta segunda-feira (27.11), entre membros da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) e do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul). Os produtores terão até o dia 31 de dezembro, deste ano, para informar sobre os dados das suas pequenas propriedades.

A questão foi tratada no gabinete do diretor-presidente da Agraer, André Nogueira, no Parque dos Poderes, com a participação do gerente de Recursos Florestais, Osvaldo Antônio dos Santos, e da diretora de Desenvolvimento do Imasul, Thaís Caramori.

“Os proprietários dos imóveis rurais abaixo de quatro módulos fiscais devem procurar os escritórios da Agraer, nos 79 municípios do Estado, com todos os documentos, sendo: a cópia do comprovante do CPF, o comprovante de residência, a matrícula do imóvel, a descrição do croqui de acesso, o mapa e o telefone para contato. Tudo para requerer suas inscrições”, explicou a diretora do Imasul.

“Lembramos que o Governo realizará os Cadastros dos imóveis rurais que solicitarem as suas inscrições no prazo estipulado. Salientamos, também, que a inscrição do imóvel rural no CAR é condição obrigatória para a adesão ao PRA [Programa de Regularização Ambiental], ou seja, quem não solicitar suas inscrições até o dia 31 de dezembro poderá perder os benefícios da Lei”, alertou Osvaldo Antônio.

Aline Lira – Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) 

Foto: Néia Maceno